25 C
Americana
segunda-feira, abril 12, 2021

Governo de São Paulo anuncia vacinação contra Covid-19 de professores e policiais

portalpanoramahttp://portalpanorama.com
Tudo o que você precisa ler, ver e ter. Acesse e fique bem informado sobre os últimos acontecimentos e fatos de Santa Bárbara, Americana e região.

O Governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (25) a vacinação contra Covid-19 de professores da rede pública e privada e de policias.

Imunização de policiais começa no dia 5 de abril e a de educadores, no dia 12.

A expectativa é a de vacinar 180 mil pessoas da área de segurança e 350 mil da educação.

Segundo o governador João Doria (PSDB), serão vacinados os policiais militares, policiais bombeiros, policiais civis, policiais da polícia científica, agentes de segurança e agentes de escolta penitenciária, além dos efetivos de todas as guardas civis metropolitanas municipais.

Desde o início da pandemia, a vacinação de profissionais de educação e segurança é reivindicada pelos profissionais, escolas e sindicatos.

No final do ano passado, o governo paulista incluiu a educação como serviço essencial e permitiu que as escolas operassem em fases mais restritivas da quarentena no estado.

Entretanto, por conta da explosão de novos casos, as aulas presenciais foram suspensas no estado, que está desde o dia 15 na fase emergencial.

Educação

  • Quem pode se vacinar?
    Profissionais da educação (professores, inspetores, diretores de escola, etc) com mais de 47 anos, que sejam atualmente funcionários de escolas municipais, estaduais ou particulares
  • Quando?
    A partir de 12 de abril, com prioridade para os profissionais da educação básica
  • Quantas vacinas serão aplicadas?
    A expectativa é vacinar 350 mil profissionais da educação

Segurança pública

  • Quem pode se vacinar?
    Policiais militares, policiais bombeiros, policiais civis, policiais da policia cientifica, agentes de segurança e agentes de escolta penitenciária, guardas civis metropolitanos municipais.
  • Quando?
    A partir de 5 de abril
  • Quantas vacinas serão aplicadas?
    A expectativa é vacinar 180 mil profissionais da segurança

De acordo com o secretário estadual da Educação, a imunização vai priorizar a educação básica. No caso dos trabalhadores da rede privada, será necessário apresentar comprovante de vínculo empregatício.

Desde o início da pandemia, a vacinação de profissionais de educação e segurança é reivindicada pelos profissionais, escolas e sindicatos.

No final do ano passado, o governo paulista incluiu a educação como serviço essencial e permitiu que as escolas operassem em fases mais restritivas da quarentena no estado.

Entretanto, por conta da explosão de novos casos, as aulas presenciais foram suspensas no estado, que está desde o dia 15 na fase emergencial.

Outros grupos de vacinação

O governo de SP também vai antecipar para esta sexta (26) o início da vacinação de idosos de 69 a 71 anos nas unidades de saúde e nos postos drive-thru.

A previsão inicial era a de começar a vacinar o público de 70 e 71 anos no dia 29. Entretanto, na semana passada, o governo disse que conseguiu antecipar para o dia 27 e incluir a população de 69 anos.

Nesta sexta (19), o Instituto Butantan entregou mais 2 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde. Com nova remessa, instituto totaliza 7,3 milhões enviados nesta semana.

Histórico da vacinação

A vacinação contra a Covid-19 começou no Brasil em 17 de janeiro, logo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, na Zona Leste da capital paulista, foi a primeira pessoa, fora dos estudos clínicos, a receber a vacina.

O Programa Nacional de Imunização (PNI) brasileiro teve início no dia 18 de janeiro, e começou a ser feito após a distribuição das 6 milhões de doses da CoronaVac importadas já prontas da China.

No estado de São Paulo, a vacinação começou com profissionais de saúde da linha de frente no combate ao coronavírus, indígenas, quilombolas e idosos que viviam em instituições e foi avançando conforme a chegada de vacinas.

Vacinômetro

De acordo com o último balanço da Secretaria Estadual de Saúde, atualizado até 13h desta quarta (24), 4.998.145 doses de vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas no estado.

Dessas, 3.722.728 correspondem a aplicações de primeira dose e 1.275.417 de segunda dose.

Por G1

- Publicidade -

Mais artigos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Veja também