25.6 C
Americana
quinta-feira, setembro 16, 2021

Nova Odessa confirma mais 27 casos de Covid-19, e total sobe para 2.706

portalpanoramahttp://portalpanorama.com
Tudo o que você precisa ler, ver e ter. Acesse e fique bem informado sobre os últimos acontecimentos e fatos de Santa Bárbara, Americana e região.

Após cinco dias sem conseguir acessar o sistema de resultados de exames do Instituto Adolfo Lutz, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Nova Odessa voltou a ter acesso aos dados e informou, na quarta-feira (17/03), o registro de mais 27 casos positivos de Covid-19 em moradores da cidade. O município chegou, assim, ao registro oficial de 2.706 pacientes testados e “positivados” para a doença, sendo 1.041 casos apenas em 2021.

Desses 27 novos casos em cinco dias, 25 já têm informações básicas conhecidas. A doença foi confirmada em mais 15 pacientes do sexo masculino e em dez mulheres. As idades variam de um rapaz de 18 anos, morador da Fazenda Velha, a dois senhores de 64, moradores da Vila Azenha e do Jardim Maria Helena. Há novos casos positivos “espalhados” por praticamente toda a cidade.

Desde a última sexta-feira, no entanto, nenhum dos possíveis novos óbitos causados pela doença foi confirmado pelo laboratório de referência para a Rede Pública de Saúde. Assim, Nova Odessa mantém, por enquanto, o registro oficial de 88 mortes pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, em março do ano passado.

Desse total, 28 mortes foram informadas pelos órgãos de Vigilância em Saúde neste ano, embora apenas 16 moradores da cidade tenham morrido comprovadamente da doença efetivamente em 2021 – os demais são casos “antigos”, que foram internados e testados em hospitais particulares ou de referência, e que só recentemente entraram na estatística por limitações das cidades onde estas pessoas morreram.

No geral, Nova Odessa registra os seguintes óbitos por faixas etárias neste pouco mais de um ano de pandemia:03 de 30-39 anos; 06 de 40-49 anos; 13 de 50-59 anos; 26 de 60-69 anos; 24 de 70-79 anos; 12 de 80-89 anos e 04 de 90-99 anos, totalizando as 88 mortes por Covid-19.

Foram 16 óbitos neste ano (sempre conforme as datas de falecimento, e não de comunicação), e o restante no ano passado (inclusive alguns que só foram comunicados neste ano, porque só em 2021 foram “digitadas” pelos órgãos de Saúde Pública das cidades onde estas pessoas faleceram).

Nova Odessa registra ainda, segundo o boletim da Vigilância Epidemiológica de 17/03, 2.340 pacientes já considerados curados (86,5% do total de infectados) e 3.826 casos que deram negativo, mas 764 casos ainda em investigação – com um total de 8.525 notificações em 13 meses de pandemia.

SEM UTIS
Até o final da tarde do dia anterior ao boletim (17/03), a cidade tinha ainda 681 pacientes confirmados ou suspeitos com ordem para fazer isolamento domiciliar, 13 internados na UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada (mantida pela Prefeitura como unidade de referência para atendimentos de pacientes sintomáticos) e 18 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de hospitais de referência ou particulares de outras cidades – que já apresentam ocupação total na prática, conforme informado também na terça-feira pelo DRS (Departamento Regional de saúde) de Campinas.

Para vagas em UTIs, a Rede Municipal continua “dependendo” do Estado, o que tornos os alertas para que a população fica em casa se possível, sempre que possível, ainda mais urgentes.

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Odessa já prepara mais 11 leitos de internação em enfermaria para pacientes respiratórios, mas reafirma a importância do uso contínuo de máscaras, da higienização constante das mãos com água e sabão ou o uso do álcool em gel a 70% e do distanciamento social, como formas de combater a disseminação do novo coronavírus.

Da mesma forma, a Prefeitura de Nova Odessa tem reforçado em seus canais de comunicação institucional a necessidade de que todas as pessoas que podem ficar em casa permaneçam em seus lares sempre que possível, para evitar ao máximo a circulação do vírus durante a atual “fase emergencial” do Plano São Paulo do Governo paulista, que busca tentar evitar o iminente colapso do Sistema de Saúde na região e no Estado.

Festas e aglomerações de qualquer tipo estão proibidas até 30 de março, incluindo atividades esportivas e religiosas. Até o próximo dia 30, o Governo do Estado também determinou toque de recolher nos 645 municípios todos os dias, entre 20h e 5h.

Por Prefeitura Municipal de Nova Odessa

- Publicidade -

Mais artigos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Veja também