15.1 C
Americana
terça-feira, outubro 19, 2021

Aluno que fez disparos no Colégio Dom Bosco é encaminhado à Fundação Casa

portalpanoramahttp://portalpanorama.com
Tudo o que você precisa ler, ver e ter. Acesse e fique bem informado sobre os últimos acontecimentos e fatos de Santa Bárbara, Americana e região.

O jovem de 13 anos que fez disparos com uma arma de chumbinho no Colégio Dom Bosco, em Americana, será encaminhado para a Fundação Casa. A informação foi confirmada pela SSP (Secretaria Estadual da Segurança Pública).

De acordo com a SSP, o adolescente apreendido e será levado para uma unidade da Fundação Casa, que abriga menores infratores, assim que tiver alta médica, já que, além de ferir uma funcionária da escola, ele também se feriu.

O caso foi registrado como ato infracional de lesão corporal, falso alarme, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. A investigação ainda pretende elucidar os motivos que levaram o adolescente a praticar tal infração.

O episódio aconteceu na tarde de ontem, segunda-feira (29), e mobilizou Policiais Militares, o helicóptero Águia e o GATE, esquadrão antibombas da PM.

Ao ter acesso ao local ele fez diversos disparos com uma de pressão, atingindo uma orientadora, que teve um ferimento leve na região das costas. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para um hospital particular.

Além disso, ainda foram apreendidos com o adolescente explosivos caseiros, mobilizando o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) até o local.

A corporação relata que chegou ao local após uma pessoa denunciar que viu o jovem, uniformizado, entrar na escola com “arma de cano longo” e, em seguida, ouvir o barulho de disparo, por volta das 15h30. No momento da ocorrência, estavam na unidade de ensino 15 funcionários e seis alunos.

Ainda segundo a PM, quando as equipes chegaram ao local o jovem teria tentado suicídio com a arma de pressão, mas ele teve três ferimentos leves na região da cabeça e também foi atendido pelos Bombeiros. A equipe informou que o jovem foi levado para outro hospital particular da cidade.

Com o adolescente ainda foram apreendidos um martelo e sete garrafas de explosivos caseiros, que estavam guardados dentro da capa de um violão. A área da escola chegou a ficar isolada até a chegada da PM e do GATE, mas a equipe da capital preferiu não gravar entrevista após os trabalhos.

Jovem tentou detonar explosivo

De acordo com a PM, o adolescente contou que usou materiais como acetona e thinner para fazer explosivos. Inicialmente, a corporação não sabia informar se o ferimento na funcionária havia sido provocado pelo disparo com a arma de pressão ou de outra forma, mas posteriormente a Polícia, Bombeiros e a escola confirmaram que esta foi a causa da lesão.

No primeiro momento, o aluno entrou como se fosse participar de atividades e seguiu até o primeiro andar da escola, onde tentou usar um explosivo. Depois, foi ao segundo andar, onde fez os disparos. Segundo a polícia, a arma pertence ao pai do estudante, mas ele não foi localizado pela reportagem.

“Ele acendeu um dos explosivos, jogou na sala da diretora e não foi detonado”, ressaltou Costa e Silva.

O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária da cidade.

O que diz a escola?

Um funcionário do setor de comunicação do Colégio Dom Bosco afirmou à imprensa que os protocolos de segurança para proteção dos alunos foram adotados e a PM foi acionada. As atividades da unidade foram suspensas após a ocorrência.

- Publicidade -

Mais artigos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Veja também