10.8 C
Americana
terça-feira, maio 18, 2021

Vídeo produzido pelo CEDOC da Fundação Romi traz exposição virtual com fotos de Augusto Strazdin

portalpanoramahttp://portalpanorama.com
Tudo o que você precisa ler, ver e ter. Acesse e fique bem informado sobre os últimos acontecimentos e fatos de Santa Bárbara, Americana e região.

O Centro de Documentação Histórica – CEDOC da Fundação Romi está executando, desde dezembro de 2019, o projeto “Imagens Reveladas. Tesouros Escondidos”, a partir do acervo do fotógrafo Augusto Strazdin (1900-1986), o qual durante décadas o cotidiano da cidade através de suas lentes, os acontecimentos políticos, sociais e esportivos de Santa Bárbara d’Oeste. A partir desse acervo estão sendo realizadas ações educativas e de fomento, envolvendo profissionais especializados da área de memória, escolares e a comunidade regional.

O projeto, que é apresentado pelo Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial da Cultura, com o patrocínio da Indústrias Romi, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem encerramento previsto para agosto de 2021, visa a fomentar novas formas de valorizar os acervos documentais como fonte de conhecimento, através de ações de preservação e educativas, in loco e extramuros, permitindo o acesso à história revelada, diminuindo assim, o distanciamento do público em relação ao acervo do CEDOC da Fundação Romi. Uma destas ações é o vídeo que traz interatividade, no formato de exposição virtual, que pode ser visto nas mídias sociais do CEDOC da Fundação Romi e canal do Youtube da Fundação Romi.

Durante o período de execução do “Imagens Reveladas. Tesouros Escondidos”, em fevereiro de 2020, antes da pandemia da Covid-19, aconteceu no CEDOC o curso de “Conservação de chapas em vidro e filmes fotográficos” ministrada pelo conservador Leandro Melo onde 15 profissionais que atuam em arquivos, bibliotecas, museus e centros de memória da região foram capacitados para o diagnóstico, o planejamento e a execução de ações de conservação de acervos de chapas em vidro e filmes fotográficos “A formação e a oficina que fizeram parte do curso habilitou a equipe técnica do CEDOC a dar o tratamento adequado para os negativos de vidro e flexíveis que fazem parte do nosso acervo”, pontua a coordenadora do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi Sandra Edilene de Souza Barboza.

Em outubro de 2020, a equipe técnica do CEDOC terminou o trabalho de higienização, acondicionamento e digitalização de 498 chapas de vidro, e em abril de 2021 serão concluídos os trabalhos técnicos de preservação e difusão dos negativos flexíveis de suporte plástico que somam mais de mil chapas. Todo esse acervo está disponível para pesquisa no banco de dados do CEDOC cdoc.fundacaoromi.org.br.

A partir da próxima segunda-feira, dia 12 abril de 2021, o público poderá conferir mais uma ação do projeto “Imagens Reveladas. Tesouros Escondidos”. Trata-se de uma mostra fotográfica extramuros do acervo do fotógrafo Augusto Strazdin que está preservado no CEDOC da Fundação Romi. Quem transitar de carro, moto ou a pé, poderá conferir a exposição, que estará em local aberto, na Avenida João Ometto, nas grades da sede da Fundação Romi, entrada do CEDOC. “Composta por 10 painéis com imagens da década de 1940 e 1950 que fará o visitante fazer uma viagem no tempo com os desfiles cívicos do ano de 1950. Outras pessoas irão reconhecer os locais, prédios fotografados por Strazdin que sobreviveram ao tempo como a Igreja Matriz Santa Bárbara, a ETA 1, a Escola Estadual Comendador Américo Emílio Romi, a Fundação Romi, entre outros”, explica a coordenadora do CEDOC da Fundação Romi Sandra Edilene de Souza Barboza.

Sobre o CEDOC

O Centro de Documentação Histórica é um espaço vivo de preservação da história, que atua na guarda, conservação e disponibilização do acervo da Fundação Romi e da Indústrias Romi – com destaque para o acervo do Romi-Isetta – além de resgatar todo o passado histórico de Santa Bárbara d’Oeste e região. Seu acervo dispõe de registros que datam desde o fim de 1850 até os dias atuais.

Além de um espaço expositivo vivaz e dinâmico, o CEDOC realiza o projeto de Educação Patrimonial para mais de 10 mil estudantes do Ensino Fundamental ao ano. Recebe exposições e palestras, promove visitas monitoradas e técnicas, oficinas de capacitação e experimentação.

Com informações do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi

- Publicidade -

Mais artigos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Veja também