22.7 C
Americana
domingo, outubro 17, 2021

Projeto prevê que agressores de mulheres sejam impedidos de assumir cargos públicos em Santa Bárbara d’Oeste

portalpanoramahttp://portalpanorama.com
Tudo o que você precisa ler, ver e ter. Acesse e fique bem informado sobre os últimos acontecimentos e fatos de Santa Bárbara, Americana e região.

A Câmara de Santa Bárbara d’Oeste (SP) vota na sessão da próxima terça-feira (21) um projeto que visa impedir o acesso a cargos públicos municipais por pessoas que tenham cometido violência contra mulheres, crianças, idosos e pessoas enfermas.

A proposta dos vereadores Esther Moraes (PL) e Eliel Miranda (PSD) inclui proibição para que a pessoa assuma funções na administração direta e indireta.

O veto inclui as violências física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral contra mulheres e meninas, abrangendo ainda violência contra a criança, maior de 60 anos ou enfermo, seguindo os direitos previstos na Lei Maria da Penha.

O texto destaca que a pessoa fica impedida de assumir o cargo quando há condenação em decisão transitada em julgado – que não há mais possibilidade de recursos – até o comprovado cumprimento total da pena.

Uma agressão a cada dois minutos

Na justificativa do projeto, os vereadores apontam que a cada 2 minutos, uma mulher sofre violência doméstica em nosso país, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado em 2020.

“Buscamos que não seja permitida nos quadros da administração direta ou indireta do Município de Santa Bárbara d’Oeste a permanência de agressores de mulheres e meninas e da total intolerância a esse ato bárbaro”, acrescentam.

- Publicidade -

Mais artigos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Veja também